Hey Street

heystreet.com

Hey Street

10 filmes para quem ama fotografia e suas paletas de cores incríveis

10/11/2016
Por: fernanda

13

Olhar para o cinema como uma fonte de infinitas inspirações é quase que natural para qualquer fotógrafo, ou para quem ama fotografia. As diferentes formas que a luz, as cores, e os ângulos podem ser usados para dar vida a determinado sentimento em cena, e a forma brilhante que isso é feito em alguns filmes é de deixar qualquer mente criativa pirando. E é um dos principais motivos de eu ser uma viciada em filmes, porque alimenta meu olhar, me estimula, tanto na fotografia como na moda. É uma forma divertida de estudar, afinal de contas, quem eterniza o que vê do mundo em cliques, se estimula com aquilo que pode enxergar, né?

Eu acredito que analisar filmes, suas composições, a forma que os enquadramentos são feitos, como a iluminação é executada, e como a paleta de cores é capaz de trazer informações importantes sobre a história contada é um jeito de deixar o olhar mais aguçado. E pode ter certeza que em algum momento isso vai refletir na forma que a gente faz a nossa arte, toda a informação que a gente adquire com o tempo vai se aprimorando dentro da gente.

Separei uma lista com 10 filmes que eu assisti, e que na minha concepção possuem fotografias e paletas lindas ( e outros aspectos incríveis também) para dividir com vocês. Eu juro que me segurei para não fazer uma lista de pelo menos uns 50 filmes.

1- COLINA ESCARLATE ( Crimson peak ) :
32

Apaixonada pelo misterioso Sir Thomas Sharpe (Tom Hiddleston), a escritora Edith Cushing (Mia Wasikowska) muda-se para sua sombria mansão no alto de uma colina. Habitada também por sua fria cunhada Lucille Sharpe (Jessica Chastain), a casa tem uma história macabra e a forte presença de seres de outro mundo não demora a abalar a sanidade de Edith.

2- PEIXE GRANDE E SUAS HISTÓRIAS MARAVILHOSAS ( Big fish):
bigfish

Ed Bloom (Albert Finney) é um grande contador de histórias. Quando jovem Ed saiu de sua pequena cidade-natal, no Alabama, para realizar uma volta ao mundo. A diversão predileta de Ed, já velho, é contar sobre as aventuras que viveu neste período, mesclando realidade com fantasia. As histórias fascinam todos que as ouvem, com exceção de Will (Billy Crudup), filho de Ed. Até que Sandra (Jessica Lange), mãe de Will, tenta aproximar pai e filho, o que faz com que Ed enfim tenha que separar a ficção da realidade de suas histórias.

3- MELANCOLIA
melancon

Um planeta chamado Melancolia está prestes a colidir com a Terra, o que resultaria em sua destruição por completo. Neste contexto Justine (Kirsten Dunst) está prestes a se casar com Michael (Alexander Skarsgard). Ela recebe a ajuda de sua irmã, Claire (Charlotte Gainsbourg), que juntamente com seu marido John (Kiefer Sutherland) realiza uma festa suntuosa para a comemoração.

4- MOONRISE KINDOM
0

Anos 60, em uma pequena ilha localizada na costa da Nova Inglaterra. Sam (Jared Gilman) e Suzy (Kara Hayward) sentem-se deslocados em meio às pessoas com que convivem. Após se conhecerem em uma peça teatral na qual Suzy atuava, eles passam a trocar cartas regularmente. Um dia, resolvem deixar tudo para trás e fugir juntos. O que não esperavam era que os pais de Suzy (Bill Murray e Frances McDormand), o capitão Sharp (Bruce Willis) e o escoteiro-chefe Ward (Edward Norton) fizessem todo o possível para reencontrá-los.

5- OS EXCÊNTRICOS TENEMBAUMS ( The royals tenembaums)
1398

Royal Tenenbaum (Gene Hackman) e sua esposa Etheline Tenenbaum (Anjelica Huston) tiveram três filhos, Chas (Ben Stiller), Margot (Gwyneth Paltrow) e Richie (Luke Wilson), e logo depois resolveram se separar. Com o passar dos anos cada um dos filhos demonstrou talentos diferentes, tornando-se todos bem-sucedidos. Chas logo em sua adolescência resolveu investir em bens, demonstrando um dom natural para finanças, enquanto que Margot se tornou uma escritora de sucesso e Richie um tenista profissional de sucesso. Mas toda a história de sucesso dos três jovens Tenenbaums é esquecida quando seu pai resolve reatar os antigos laços e lutar pelo amor de Etheline, que está prestes a se casar com seu contador, Henry Sherman (Danny Glover).

6- A ÁRVORE DA VIDA ( The tree of live)
av

Os O’Brien (Brad Pitt e Jessica Chastain) tiveram três filhos, criados com grande rigidez pelo pai. O mais velho deles, Jack (Sean Penn), sempre teve atritos com o pai, em parte por reconhecer em si mesmo um pouco dele. Além disto, já adulto, Jack enfrenta um forte sentimento de culpa devido à morte de seu irmão.

7- AMANTES ETERNOS ( Only lovers left alive)
221

A história de amor entre dois vampiros eruditos, Eve (Tilda Swinton) e Adam (Tom Hiddleston), cansados da sociedade atual e profundamente incomodados com a evolução da humanidade. Há séculos eles vivem uma relação de cumplicidade e muito amor, que será abalada pela aproximação da irresponsável irmã caçula da vampira, Ava (Mia Wasikowska).

8-  BALADA DE UM HOMEM COMUM ( Inside Llewyn Davis)
525

Llewyn Davis (Oscar Isaac) é um cantor e compositor que sonha em viver da sua música. Com o violão nas costas, ele migra de um lugar para o outro na Nova York dos anos 60, sempre vivendo de favor na casa de amigos e outros artistas. Talentoso, mas sem se preocupar muito com o futuro, ele incomoda a amiga Jean Berkey (Carey Mulligan), que vive uma relação com outro músico, Jim (Justin Timberlake). Nem um pouco confiável, Davis se depara com a oportunidade de viajar na companhia de um consagrado e desagradável artista, Roland (John Goodman), mas nem tudo vai acabar bem nesta nova jornada.

9- O FABULOSO DESTINO DE AMELIE POULAIN ( Le Fabuleux Destin d’Amélie Poulain)
6565

Após deixar a vida de subúrbio que levava com a família, a inocente Amélie (Audrey Tautou) muda-se para o bairro parisiense de Montmartre, onde começa a trabalhar como garçonete. Certo dia encontra uma caixa escondida no banheiro de sua casa e, pensando que pertencesse ao antigo morador, decide procurá-lo ­ e é assim que encontra Dominique (Maurice Bénichou). Ao ver que ele chora de alegria ao reaver o seu objeto, a moça fica impressionada e adquire uma nova visão do mundo. Então, a partir de pequenos gestos, ela passa a ajudar as pessoas que a rodeiam, vendo nisto um novo sentido para sua existência. Contudo, ainda sente falta de um grande amor.

10- ELETRIC SLIDE
s

Eddie Dodson (Jim Sturgess) é simpático vendedor em um antiquário. Ele lida com gente rica, poderosa, que possui mansões e vive em festas glamurosas. Ele conhece uma Pauline (Isabel Lucas), uma garota legal e muito gananciosa. Os dois se sentem atraídos e começam uma intensa relação. Agiotas procuram Eddie para cobrar dívidas. O casal começa a roubar os bancos de Los Angeles. Agora, eles fogem dos agiotas, mas da polícia também.

VEJA TAMBÉM:

54

  • – HER
  • – O REGRESSO
  • – O GRANDE HOTEL BUDAPESTE
  • – PULP FICTION

Espero que gostem <3

POR FERNANDA CÂNDIDO

Sinopses dos filmes: Adorocinema

LIVRO REÚNE PELA PRIMEIRA VEZ O TRABALHO DE 29 FOTÓGRAFOS DE MODA BRASILEIROS

17/02/2016
Por: fernanda

quadros-de-moda-livro

Lançado pela Luste Editores, o livro  “Quadros de moda – Fotografia contemporânea na moda brasileira” traz para o cenário da moda algo que nós fotógrafos sempre ansiamos, um livro feito inteiramente com trabalhos de fotógrafos de moda nacionais. O livro possui 360 páginas, reunindo o trabalho de 29 fotógrafos,  atuantes e de grande importância para a construção de um material sólido e profissional para a moda do país nas últimas duas décadas. É a primeira vez que um livro reúne e explora esse segmento no país dessa forma, e eu não sei descrever a minha alegria ao saber da existência desse livro.

É muito comum encontrarmos livros de fotografia de moda com o trabalho dos principais fotógrafos estrangeiros, com preços absurdos, diga-se de passagem. Faltava um livro que explorasse o olhar e o processo criativo dos fotógrafos que representam a fotografia de moda brasileira e que ajudaram a criar o universo de fotografia fashion no NOSSO território. Mais que um livro de fotografia, é um livro que valoriza os artistas que temos em nosso país, e precisávamos disso. O livro, não só traz imagens, trata a fotografia pela perspectiva artística, explora as trajetórias de cada fotógrafo, suas experiências e suas ” marcas registradas” em cada clique, trazendo uma reflexão sobre o tema proposto no livro e amplia o olhar em torno do processo criativo na hora de se criar imagens. E ainda tem gente que acha que é só apertar um botão ( Apenas, parem!).

Quadros-de-Moda_Gustavo-Zylbersztajn
bob-wolfenson-foto

Com a curadoria de Graziela PeresPaulo Martinez e Waldick Jatobá, o livro trará as fotos mais impactantes e incríveis, de fotógrafos como Bob Wolfenson, Fernado Louza, Felipe Morozini, André Schiliró e  Gui Paganini. Acredito que abordar a fotografia de moda como arte, como algo que vai além de todos os processos que envolvem a concepção de uma imagem ou preceitos técnicos e comerciais que envolvem o mercado é muito importante e inspirador para qualquer jovem fotógrafo. Entender a fotografia de moda e vê-la como algo que transcende movimentos culturais, comportamentais e sociais através de cada clique, como um constante movimento transitório de percepções e criações é muito importante, tendo em vista a constante banalização que a fotografia atualmente tem sofrido . É um livro que acredito que qualquer fotógrafo com interesse no segmento de moda deve ter ou qualquer apaixonado pela arte! E eu não vejo a hora de adquirir o meu livro e resenha-lo aqui no blog, e espero que ele cumpra o que tanto promete.

Para quem se interessou em compra-lo, é super fácil, você pode encontra-lo  na Livraria Cultura, travessaSaraiva, Livraria da Vila ou Prince Books. O preço é de R$90,00, não é tão salgado tendo em vista o conteúdo do livro, e acho que vale a pena pelo tanto de material para inspiração que o livro oferece, e não foge muito do preço que um livro de fotografia tem. Eu posso dizer que eu estou PIRANDO para ter o meu? Sim, estou. Não só pelo livro em sim, mas por tudo que ele representa.

felipe-morozini-fotoQuadros-de-Moda_Gui-PaganiniQuadros-de-Moda_JR-DuranQuadros-de-Moda_Klaus-Mitteldorf

Espero que tenham gostado do post de hoje, quando eu vi esse livro eu senti NECESSIDADE de postar sobre imediatamente. Fazia tempo que eu queria um livro de fotografia de moda nesse estilo, e finalmente achei <3

 

FOTOGRAFIA DE PRODUTO

15/10/2015
Por: fernanda

656464

Na época que fazia curso de fotografia #aiquesaudade, uma das aulas que eu mais gostei de ter foi a de fotografia de produto, ou fotografia Still ( Que é a fotografia sem movimento, de objetos inanimados). Esse tipo de fotografia é mais utilizada para publicidade, e até fazer o curso era algo que eu sempre tive curiosidade, mas que até então não tinha feito. E gente, só digo uma coisa: É MARAVILHOSO trabalhar com esse tipo de fotografia.

Para quem trabalha com blogs e gosta de fotografar produtos para resenhar, ou que tem alguma loja de acessórios pequena, entender sobre esse tipo de fotografia é bem importante. Pode parecer simples fotografar algo que não se mexe, mas não é,viu? Você precisar entender sobre composição e principalmente sobre iluminação. Separei algumas fotos que fiz para vocês conferirem e logo mais faço um post dando dicas de como fotografar seus produtinhos. Confesso que odeio café, mas esse até que está bem fotogênico, né?

5456 56546 5555 5454545454 656665 56564554 26565454546,_DSC487844654_DSC48676454455454_DSC4857_DSC4867-2545445

TODAS AS FOTOS FORAM FEITAS POR MIM: FERNANDA CÂNDIDO – BLOG HEY STREET

As produções foram feitas pelo fotógrafo Clayton Leite, exceto a da Coca Cola. Espero que tenham gostado do post. Desculpem o sumiço, comecei a faculdade de moda e fiquei enrolada com as provas e trabalhos, mas já to de volta e logo mais conto um pouco sobre a facul por aqui!!

5 DICAS PARA SER MAIS CRIATIVO NA HORA DE FOTOGRAFAR

20/09/2015
Por: fernanda

dbdgn

Uma fotografia posada ou aquela que foi enquadrada no exato segundo de um riso frouxo transmitem diferentes sensações, assim como uma foto tirada de um objeto que significa algo para alguém ou de algum produto que poderá ser vendido. Não importa também se tirará fotos de uma árvore que está no seu bairro ou de uma paisagem em um dos lugares mais lindos do mundo. O seu olhar e sentimento podem transformar o simples em algo incrível, mas se você não estiver olhando com atenção e pensando em todas as possibilidades que aquela composição pode ter, você transforma até o mais bonito em algo sem alma. E não queremos isso! Fotografar de forma criativa de certa forma é sair da zona de conforto e se arriscar, as “regras” servem para você segui-las, ignora-las ou na minha opinião, para transforma-las em algo seu.

No decorrer da prática, do estudo e de como a fotografia cresce dentro de você as coisas vão fluindo e você acaba se encontrando na SUA forma de fotografar, mas de início todo muito fica meio bagunçado. Mas não se desespere, toda a bagunça pode ser aproveitada se a criatividade falar mais alto.

1- SE INSPIRE A TODO O MOMENTO, E COM QUALQUER COISA!

_DSC7928

Não pense que só porque você sabe mexer na sua câmera e dizem que você é o mais criativo da família que não precisa alimentar a criatividade e o olhar todos os dias. Busque referências em ensaios de outros fotógrafos e procure entender a luz usada por ele, a forma que ele utiliza os ângulos, enquadramento, cores. Não queira se inspirar só no tipo de tema usado no ensaio, vá além.  Os livros te guiam, mas só você pode criar seu próprio caminho na fotografia.

Você pode se inspirar  em um clipe, em um filme, uma música que te transmita uma emoção ou lembrança, um livro com uma capa diferente, uma conversa ou qualquer coisa.  Tudo pode ser fruto de inspiração! É só sair da bolha de ideias em que você se encontra.  Mas se inspirar é diferente de copiar, ok? Antes de tudo busque se encontrar naquilo que faz e não imitar alguém.

2- ESTUDE O MÁXIMO QUE PUDER, E SE PUDER SEJA ASSISTENTE!

Quando eu comecei a fotografar foi na tentativa e no erro, mexendo, fuçando, entendendo na marra como funcionava minha câmera, aprendi bastante, mas em um determinado percebi que precisava saber mais. Posso dizer que a melhor escola de fotografia que tive foi da vida,  foi sendo assistente, aprendendo com pessoas que naquele momento sabiam muito mais do que eu, e antes mesmo de ter minha câmera, enquanto estudava por simples amor. Ninguém chega no topo do mundo sem antes vir de baixo. Estudei, fiz curso e ainda estudo, é legal ser auto ditada, mas não se pode parar por ai! Sempre amplie seu conhecimento, e consequentemente seu amor pelo que faz só vai crescer. Mas não se prenda a tudo que ler, deixe a mente solta e aberta a novas ideias e ao seu extinto, você tem que unir sua criatividade e visão ao conhecimento e técnica, e não só seguir as regras e fazer de forma mecânica!

Que tal pegar as fotos do seu fotografo favorito ou de algum que você não conhece e estudar a forma que foi feita?? Seja um observador e um questionador, essa é uma ótima prática.

3- IDEIAS FAZEM BOAS FOTOS, E NÃO A SORTE!

_DSC79282

Não queira tirar uma boa foto na sorte, queira ter boas ideias que lhe trarão boas fotografias! Você quer ser lembrado pelas suas fotos ou por que suas fotos lembram as fotos de mais trinta outros fotógrafos? Não tenha medo de não agradar a todos, nesse processo de entender aquilo que se faz o mais importante é se agradar e entender como você quer se expressar. Veja o mundo como uma fotografia e respire fotografia, as ideias  simplesmente virão. Você acha que o da Vinci perguntava a cada um de seus amigos se a Monalisa estava ficando boa ou teve sorte das tintas caírem e formarem a pintura do jeito que ele queria?? Acredite em suas ideias, mesmo que elas não sejam comuns, afinal, sair do padrão é o que te fará único!

Ter a sorte de um pegar um raio no momento exato é incrível, mas isso não acontece todos os dias em que você fotografa. Ter sorte é bom, mas ela não é o que deve mover suas fotos.

4- FAÇA EXPERIÊNCIAS E OBSERVE A LUZ!

dgnfnh

“Fotografar é desenhar com a luz”,  com certeza você já ouviu essa frase. Se a foto não tem uma boa iluminação ou uma luz diferente, não espere uma fotografia incrível. Entenda como a luz funciona e faça experiências com diferentes técnicas de iluminação, diferentes ideias, crie composições e cenários. E lembre-se, as técnicas te guiam para que você tenha resultados bons e não para limitar seu olhar criativo.

5-  PENSE ANTES DE CLICAR E TROQUE EXPERIÊNCIAS!

Não queira sair clicando loucamente, olhe e pense antes de apertar o botão. Você quer tirar trezentas fotos e salvar apenas três boas?? Imagine como a foto ficará, respire fundo, veja se cada detalhe está de acordo,  se a câmera está configurada corretamente, se a iluminação está boa, se o enquadramento e o ângulo estão bonitos, afinal, todo detalhe é importante.  Troque experiências, opiniões, converse sobre novas técnicas com outros fotógrafos, pois sempre podemos aprender com outras pessoas. Mas lembre-se de que a sua opinião e confiança naquilo que faz deve ser maior do que o que a outra pessoa achou do seu trabalho. Afinal, fotografar é feita com o olhar, e cada um enxerga de um jeito.

Esse post é o primeiro de uma série de posts que farei sobre criatividade na hora de fotografar. Os próximos posts falarão sobre técnicas, equipamentos,  e como melhorar a qualidade e composição de suas fotos. Espero que tenham gostado do post de hoje <3

 

 

15 DICAS PARA FOTOGRAFAR AUTORRETRATOS

14/08/2015
Por: fernanda

aa

Como Dizia Frida Khalo ” Pinto a mim mesma porque sou sozinha e porque sou o assunto que conheço melhor.”, e acho que é esse o papel de um autorretrato, fazer com que a gente se conheça um pouco mais a cada clique. É uma prática muito mais difícil do que ter algum fotógrafo a disposição ou amigo que você usa de cobaia para te fotografar, porque envolve o ato de expressar sua própria personalidade. Mas a graça de aprender a entender a luz sobre o seu corpo e brincar com a criatividade é muito mais gratificante que qualquer coisa. Separei algumas dicas que acho que vão ser úteis para quem quer descobrir através de um autorretrato facetas que nem conhecia em si mesmo, se amar um pouco mais e estudar a arte da fotografia que é uma coisa genial.
Sem-Título-3

1226sfbdsbnsdvbbdfgb

dgh

xcvdbhdfgsfb

sfgfDSSV

Espero Que tenham gostado fazer pós e das Dicas, fiz com carinho Muito! <3

EDITORIAL OVERDOSE

04/08/2015
Por: fernanda

6565

Hoje é um dia de alegria, pois vou mostrar para vocês o ensaio que mais me deu orgulho de ter executado. Toda a escolha do lugar, da produção e fotografia foram feitas por mim. Além disso, tive o prazer de trabalhar com uma das maquiadoras mais talentosas que já conheci, a Letícia Almeida, e uma modelo que não sei como ainda a Victoria’s Secrets não descobriu, e ainda tem nome de rica: Valeska Mitrano. E um agradecimento especial para a Vanessa Mitrano, que foi minha assistente segurando os equipamentos de iluminação e aturando minhas chatices para que tudo ficasse perfeito <3

Primeiro comecei com a escolha do tipo de ensaio que eu queria, se seria mais minimalista ou mais maximalista. E eu decidi que queria trazer uma proposta que tivesse um pouco mais de exagero nas cores e estampas, mas de uma forma delicada e bem colorida, e que tudo conversasse entre si de uma forma hamônica. E a escolha do nome “Overdose” se dá exatamente por essa ideia. Por mim postaria todas as fotos do ensaio agora, mas como também fiz um fashion film do editorial, vou postar mais algumas depois quando for postar o vídeo do ensaio por aqui. Quem quiser acompanhar meu trabalho como produtora de moda e fotógrafa é só curtir minha página clicando aqui. <3

E para quem quiser saber de onde são as roupas e acessórios: TUDO comprado em brechó <3

Sem-Título-4 Sem-Título-1Sem-Título-2 65441654_DSC7631-2blogfdbf89
5445sdfg54222265454ereth

FOTOGRAFIA, PRODUÇÃO DE MODA E DIREÇÃO: FERNANDA CÂNDIDO ( INSTAGRAM/ ESSE BLOG / PAGE)
MAQUIAGEM : LETÍCIA ALMEIDA (PAGE/SITE)
MODELO: VALESKA MITRANO (INSTAGRAM/BLOG/LOOKBOOK)
ASSISTENTE DE ILUMINAÇÃO: VANESSA MITRANO (INSTAGRAM)

 

COTIDIANO E OS DESCONHECIDOS QUE NOS ENSINAM COISAS.

03/08/2015
Por: fernanda

Sem Título-4

É bem fácil perder o rumo e ficar triste, afinal é quase como um requerimento para ser humano ressaltar as piores coisas e esquecer de agradecer pelas coisas boas que acontecem. E quase sempre a gente entra em recuperação na matéria chamada vida por não saber o que fazer. Mas não tem problema em não saber, faz parte do processo, o problema é esquecer de se inspirar todos os dias. E não é por falta de algo para se inspirar, porque se a gente se esforçar um pouquinho para enxergar mais os detalhes que acontecem no nosso dia-a-dia, vamos ver que muita coisa boa para gente absorver. E eu acho que estar positivo também estar ligado na forma que a gente enxerga o mundo. Você pode ir para o trabalho e pensar que sua vida é uma droga, ou você pode ir para o trabalho e pensar que esse emprego ruim vai te dar a oportunidade de juntar dinheiro e ir viajar para o lugar que você sempre sonhou. E nem sempre é apagando um pensamento ruim com algo que você quer que você vai enxergar o melhor da vida, as vezes você só precisa olhar para o lado e ver o que o seu próprio mundo tem para te ensinar, ou o que algumas pessoas que passam por ele podem te dizer, e você a elas, como um ciclo do bem, sabe?

Acredito muito na frase ” A gente precisa morrer todo dia para se sentir vivo novamente”, e também acredito que a gente precisa passar por todas essas coisas ruins e pensamentos negativos, para aprender a olhar certas aulas que a vida nos disponibiliza diariamente. A gente meio que desacredita nas coisas as vezes, no amor, nas pessoas, mas que isso não seja uma certeza, apenas uma dúvida que a todo momento pode ser alimentada por alguma pessoa legal que te faz sorrir no decorrer dos dias, a longo ou a curto prazo. E são tantas pessoas que passam pelo nosso caminho e que a gente não sabe do que são capazes, das histórias que colecionam ou das coisas incríveis que já fizeram na vida, ou das dores que já sentiram. Desde que eu coloquei na minha cabeça que eu ia virar a fotógrafa que eu sempre quis ser, antes mesmo até de ter minha câmera profissional e de determinar o estilo que eu queria para mim, comecei a praticar o hábito de enxergar antes de olhar. E olha que eu ainda estou no caminho de saber quem de fato eu sou no mundo.

Sem-Título-7

No decorrer do ano passado, tirei algumas fotos em alguma saída que fiz, indo para o meu antigo trabalho que não me agradava, indo para algum lugar que me faria feliz ou sei lá, apenas indo. As fotos foram com o celular, que era o que tinha no momento em que tais coisas aconteceram. E por algum motivo, essas pessoas me ensinaram coisas.

Sem-Título-7 - Cópia

O senhor que vende colares, me ensinou tudo que eu não sabia sobre pedras preciosas. A senhora que fazia touca para alguém e fazia cada ponto com um sorriso no rosto, me disse que ela fica feliz por saber que alguém ficará mais bonito graças a algo que ela sabe fazer e fez a vida toda com sua mãe, e que é sempre um jeito de resgatar lembranças. O senhor parado na porta, é um dos maiores ouvires do Brasil, já fez joias incríveis para várias joalherias famosas, ninguém o conhece, e ele não liga por que ELE sabe de tudo que já fez e é capaz de fazer, e ninguém além dele precisa saber. E na outra foto, o filho dele fazendo o mesmo que o pai. O vendedor de algodão doce, que cumprimentava todos que passavam dizendo ” Se não comprar um algodão doce, pelo menos sorria e faça da sua vida um doce”. Os meninos no ônibus, que por algum motivo decidiram me dizer que eu era linda e que não podia esquecer disso nunca, me fizeram ir para o trabalho mais feliz. O mecânico que consertou minha maquina de lavar e que não parava de conversar comigo, dizendo que a gente só vai ser bom de fato em algo, se a gente verdadeiramente acreditar nisso, mas sempre fazendo por onde, porque a gente não vira bom em algo só acreditando. Músicos mostrando suas paixões, e não precisaram me falar nada para que eu sentisse isso.

Sem-Título-7 - Cópia - Cópia

Sem-Título-5

TODAS AS FOTOS SÃO DE AUTORIA MINHA – FERNANDA CÂNDIDO – HEYSTREET.COM.
Espero que tenham gostado do post. Me contem sobre os desconhecidos que te ensinaram algo também <3

CASAL DE IDOSOS GANHA FOTOS INSPIRADAS NO FILME “UP”

29/07/2015
Por: fernanda

casal-idosos-up-altas-aventuras-5

Se tem um hábito que eu não abro mão, é o de passar horas vendo sessões de fotos que contem alguma história vivida pelos fotografados. Acho até que esse hábito que me inspirou a ter feito fotografia e hoje ser fotógrafa. E sem dúvidas essa foi a sessão de fotos que mais me tocou nos últimos meses, tanto pelo filme usado como fonte de inspiração (que é um dos meus favoritos), como pelo amor do casal expressado através das fotos. É de se emocionar e de morrer com tanta fofura.

O casal Nina e Gramps, que está junto a 61 anos, não tinha nenhuma foto juntos depois do casamento, e a fotógrafa e esposa de um dos netos de casal, Lauren Wells decidiu dar de presente para os dois uma sessão de fotos lindissíma. Foi tudo feito com tanta delicadeza e carinho que o resultado não poderia ser outro. O filme é lindo e triste, e mesmo não sendo totalmente parecido com a história do casal, as fotos conseguiram reproduzir o amor dos dois e a mensagem que o filme quer passar. Simplesmente quero fotografar meus avós também, que já estão juntos a 50 anos e são os amores da minha vida.

casal-idosos-up-altas-aventuras-1casal-idosos-up-altas-aventuras-2
casal-idosos-up-altas-aventuras-3
casal-idosos-up-altas-aventuras-4
casal-idosos-up-altas-aventuras-6
casal-idosos-up-altas-aventuras-8
UpAnniversary-10-650x433
UpAnniversary-60-650x973
UpAnniversary-69-650x973

Rio Rock & Blues Club e um festival de música que fotografei

03/07/2015
Por: fernanda

No final do ano passado fui prestigiar as bandas de alguns amigos meus em um festival que aconteceu no Rio Rock & Blues Club, que até então eu não conhecia e super vim indicar hoje. O lugar tem uma vibe muito boa, com muita música, comida, bebida e uma decoração sensacional. Para quem não conhece, vale a pena dar uma conferida e chamar os amigos para tomar umas bebidas, comer bem e ouvir boa música.

O local tem quatro andares e quem é associado pode curtir shows no final de semana. São dois bares, um no primeiro e outro no terceiro andar onde servem cerveijas, drinks e tem um menu que parece ser ótimo, mas a única coisa que posso indicar do menu é o filé com molho madeira que foi a única coisa que experimentei. Durante o show das bandas fiz alguns cliques sem compromisso, só por que realmente estava afim de aproveitar o lugar para fotografar. Já faz quase um ano que esse evento rolou, mas como fotografias são eternas e devem ser compartilhadas, cá estou eu postando sobre.

E preciso compartilhar meu ódio com essa iluminação com laser. Além de quase estragarem as fotos podem queimar o sensor da câmera caso a gente por descuido aponte para a luz. Mas em alguns casos o efeito é lindo, então é uma relação de ódio com uma pitada de amor. Espero que curtam as fotos e sigam a minha indicação e passem lá, para quem quiser dá um confere o endereço é : R. Riachuelo, 20 – Centro, Rio de Janeiro – RJ .

cervmatazul
bate
bateristaum
ber-2
alguem amigdiveorafaele
berndao
guitarrasd
rafa
rafazul
rafoniu
tocandoiu
frank
kiu
lokbecie  bernardo15629275628_6e3a74c2bb_o

 

Espero que tenham gostado do post :)

FOTOS E TEXTO POR FERNANDA CÂNDIDO – HEY STREET.

COMO CRIAR PRESETS

25/06/2015
Por: fernanda

6565
Quando me indicaram o lightroom pela primeira vez, meu primeiro pensamento foi: Ah, já tenho o photoshop no computador, ele já faz tudo mesmo, por que usar esse programa? Mas depois que comecei a usar, lavei minha boca com sabão haha. Na teoria ele até tem funções parecidas por se tratarem de dois editores de imagens, mas os propósitos são diferentes. Tanto que em alguns casos é até recomendado usar os dois em uma mesma imagem.

O lightroom é feito especialmente para quem trabalha com fotografia, a edição é muito mais minuciosa, as fotos não tem perda de qualidade, é extremamente mais rápido e leve que o photoshop, prático para quem fotografa em RAW (Falarei disso mais para frente) e facilita o processo na hora de imprimir e organizar as fotos. Já o photoshop é um programa mais voltado para designers e manipulação de imagens.

Mas vamos ao que interessa!

665

São pré-definições de edição. Sabe quando a gente faz uma edição linda e maravilhosa e quer usar ela em outra foto também sem ter que configurar tudo de novo? Então, é pra isso que o preset serve. Principalmente quando a gente faz uma sequência de fotos e quer todas exatamente com a mesma edição ( Se a configuração e luz forem a mesma,ai que fica tudo lindo mesmo).

66

Para fazer o preset , primeiro selecione a foto desejada. Faça as modificações que você deseja na foto, como contraste, exposição, cor, saturação… O que você desejar. E depois que aplicar tudo que você precisa ou quer aplicar na foto, é mais simples do que você pensa criar seu preset. Sabe o + que tem do lado de onde está escrito ” preset” ? Só clicar ali como nas imagens abaixo e pronto.

564
666
Sem Título-6

Depois que você clicar em create, seu preset já estará pronto para ser usado em outras fotos. Como no exemplo a seguir:

565

Olhem a diferença da foto sem nenhuma edição com a foto com o preset que criei, da um resultado bem profissional, né? E dependendo da sua criatividade e prática no programa a possibilidade de resultados vai ser enorme, te permitindo criar fotos completamente lúdicas ou apenas corrigir detalhes.

Sem Título-13
567

Super fácil né? E se vocês quiserem dividir os presets que vocês criarem é super fácil também, é só clicar com o botão direito no nome da predefinição que você criou e vai aparecer a opção que está selecionada na imagem abaixo. Clica nela que vai te direcionar para a pasta que está o preset e pronto, só mandar por mail ou disponibilizar para download.

Sem Título-2

Espero que tenham gostado do post de hoje, em breve disponibilizarei um pacote lindo de presets para vocês, fiquem de olho. Beijos da Nanda <3

 

TODO O CONTEÚDO DESTE POST FOI FEITO E PRODUZIDO POR MIM, FERNANDA CÂNDIDO @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

 

Design por fernanda Cândido | Codificação por Luiz Soares(lhms67@gmail.com)/FanPage : Facebook