Hey Street

heystreet.com

Hey Street

EDITORIAL EUROPEAN GIRL PARA A REVISTA CATARINA

13/11/2016
Por: fernanda

foto3-copia

Hoje é dia de mostrar um pouquinho do meu trabalho para vocês. O editorial que eu trago hoje fiz em março desse ano para a revista Catarina, e foi feito aqui no Rj, na praça Paris. É um dos editoriais que eu mais amei ter feito, pois tudo fluiu de uma forma tão gostosa que no final o resultado ficou exatamente como eu imaginei (Coisa que nem sempre acontece), e isso graças a equipe que trabalhou comigo. Quando a gente tem uma equipe de qualidade a energia parece que caminha de outro jeito.

Antes de montar o editorial eu comecei a estudar referências para produção, como texturas, cores e formas que eu gostaria de trabalhar. Optei por usar peças com texturas, como rendas e bordados. O dia amanheceu nublado, dando um leve desespero com medo de uma possível chuva atrapalhar tudo, mas além de não chover, a iluminação do dia resultou em uma luz bem suave e tranquila de trabalhar. O universo foi tão generoso no dia das fotos, que até o cachorro que eu queria tanto ter nas fotos apareceu, com um casal super simpático que o emprestou por alguns minutos. Esse editorial representou um recomeço para mim, pois fazia um bom tempo que não fotograva quando o fiz, no inicio desse ano.

Com fotografia e produção by me, make pela maravilhosa Chris Cupolilo, e assistência de produção e fotografia pelo querido André Alcantara, e com a maravilhosa Alana Rozentino modelando. Visitem o trabalho do André aqui, ele arrasa nas produções. E visite o trabalho da Chris aqui, pois ela manda super bem na maquiagem ( como dá para ver pelas fotos). Ja a Alana, podem ter certeza que ainda vão ouvir falar muito dela por ai. Espero que gostem!

menor menor02 menor03 menor4

Espero que tenham gostado do post, se quiserem ver mais do meu trabalho é só visitar meu portfólio clicando aqui, ou na lateral do blog. Em breve vou postar mais editoriais feitos por mim, além de várias dicas sobre fotografia e produção. Beijos

EDITORIAL COLORS SENSATIONAL

29/12/2015
Por: fernanda

_DSC1748-2

O editorial que eu trago hoje foi o último editorial que fotografei e produzi em 2015, e ele foi sem dúvidas um dos que mais senti orgulho de ter feito. Quando comecei a bolar a produção, peguei como principal inspiração os anos 80 e toda a ousadia e cores que esse época me transmite. A modelo é uma amigona minha, maravilhosa e que arrasa modelando, e sério, não conseguiria imaginar outra modelo para as fotos.. A maquiadora foi um anjo que caiu do céu, consegui ela no último minuto, e ela foi maravilhosa do inicio ao fim. Quando a equipe é maravilhosa, tudo flui da forma que a gente planeja ( e olha que eu planejei esse editorial por uns dois meses). E meu amigo Gabriel foi o assistente, que mesmo no calor do Rj atendeu minhas doideiras e fez a iluminação do jeitinho que eu direcionava. Agora vamos ao que interessa, as fotos!

Para quem quiser orçamento ou ver meus outros trabalhos, é só curtir minha página no facebook clicando aqui, os ensaios completos eu geralmente posto aqui no blog!

62vd1225sbd
665kk6254

Fotografia e produção de moda: Fernanda Cândido
Make: Chris Cupolilo
Modelo: Bruna menezes
Assistente: Gabriel Mota

FASHION FILM DO EDITORIAL OVERDOSE

28/08/2015
Por: fernanda

sdfg

Para quem não sabe, a algum tempo fotografei e produzi um editorial chamado ” Overdose”, que vocês podem conferir as fotos e entender sobre o ensaio clicando aqui. Além das fotos, também fiz um pequeno fashion film do editorial para mostrar todo o processo até chegar ao resultado final. Só dar play! Mas não esqueçam de colocar em HD para assistirem em qualidade máxima. Espero que gostem <3

FOTOGRAFIA E PRODUÇÃO DE MODA: FERNANDA CÂNDIDO ( INSTAGRAM/ PÁGINA)
MODELO: VALESKA MITRANO ( INSTAGRAM)
MAKE: LETÍCIA ALMEIDA ( BLOG)
ASSISTENTE DE ILUMINAÇÃO: VANESSA MITRANO ( INSTAGRAM)
EDIÇÃO: GABRIEL MOREIRA ( PROJETO)

Editorial Back to 90’s androgens

15/08/2015
Por: fernanda

d

Hoje trago um editorial da época que ainda fazia curso de fotografia (Saudades!), e tanto as fotos como a produção do look foram feitas por mim. Como inspiração usei de referência a androgênia (Que é a fusão de características femininas e masculinas) e os anos 90’s, época que amo. A modelo é a atriz Catharina França, que além de linda e talentosa conseguiu expressar toda a ideia do tema em sua expressão corporal.

Fotografar em estúdio e explorar os diferentes tipos de iluminação é incrível. Se não fotografou ainda, coloque na lista de coisas para aprender.

luiosg54541Sem-Título-10lui

Fotografia: Fernanda Cândido
Produção de moda: Fernanda Cândido
Make: Fernanda Cândido
Modelo: Catharina França

Espero que tenham gostado do post <3

EDITORIAL OVERDOSE

04/08/2015
Por: fernanda

6565

Hoje é um dia de alegria, pois vou mostrar para vocês o ensaio que mais me deu orgulho de ter executado. Toda a escolha do lugar, da produção e fotografia foram feitas por mim. Além disso, tive o prazer de trabalhar com uma das maquiadoras mais talentosas que já conheci, a Letícia Almeida, e uma modelo que não sei como ainda a Victoria’s Secrets não descobriu, e ainda tem nome de rica: Valeska Mitrano. E um agradecimento especial para a Vanessa Mitrano, que foi minha assistente segurando os equipamentos de iluminação e aturando minhas chatices para que tudo ficasse perfeito <3

Primeiro comecei com a escolha do tipo de ensaio que eu queria, se seria mais minimalista ou mais maximalista. E eu decidi que queria trazer uma proposta que tivesse um pouco mais de exagero nas cores e estampas, mas de uma forma delicada e bem colorida, e que tudo conversasse entre si de uma forma hamônica. E a escolha do nome “Overdose” se dá exatamente por essa ideia. Por mim postaria todas as fotos do ensaio agora, mas como também fiz um fashion film do editorial, vou postar mais algumas depois quando for postar o vídeo do ensaio por aqui. Quem quiser acompanhar meu trabalho como produtora de moda e fotógrafa é só curtir minha página clicando aqui. <3

E para quem quiser saber de onde são as roupas e acessórios: TUDO comprado em brechó <3

Sem-Título-4 Sem-Título-1Sem-Título-2 65441654_DSC7631-2blogfdbf89
5445sdfg54222265454ereth

FOTOGRAFIA, PRODUÇÃO DE MODA E DIREÇÃO: FERNANDA CÂNDIDO ( INSTAGRAM/ ESSE BLOG / PAGE)
MAQUIAGEM : LETÍCIA ALMEIDA (PAGE/SITE)
MODELO: VALESKA MITRANO (INSTAGRAM/BLOG/LOOKBOOK)
ASSISTENTE DE ILUMINAÇÃO: VANESSA MITRANO (INSTAGRAM)

 

AQUELE GRITO EM SILÊNCIO

06/07/2015
Por: fernanda

558

Quando eu fico quieta, eu grito por dentro. Mas quando o grito é estridente, só se escuta barulho. As palavras perdem forma. As paredes começam a rachar. Por que de uma certa maneira, nosso corpo é como uma casa. A cada grito em silêncio algo se parte por dentro como se fosse uma marreta destruindo as colunas principais. Ninguém vê. Ninguém ouve. Quem grita é a coragem pedindo direção enquanto a vida sussurra e vai acontecendo sem um rumo certo. E nem sempre é a gente que dá esse rumo. E acabamos ouvindo o medo, que fala manso, se permite ser entendido. E o nascer do sol é adiado para o dia seguinte. E para o dia seguinte novamente.

E o que passa pela triagem interna durante a fila de espera entre o que aconteceu com a gente, o que acontece e o que acontecerá ,resulta no que vamos deixar para o mundo ver e para o nosso espelho se aliviar. Será que desistir de algo que tanto insisto me deixa mais fraca? Ou é o que me faz existir hoje e ser o que sou agora. Talvez a melhor coisa que não me aconteceu foi a melhor coisa que pode ter acontecido. Vai saber. Tenho pressa, e cisma em me render a um passado que é melhor que o presente, mas que infelizmente nunca aconteceu. Hora errada. Lugar errado. Pessoas erradas. Meu “eu” errado. Ainda assim é mais fácil de lidar do que tudo que já me marcou. Já o que ainda não aconteceu, dá aquela gastrite nervosa e aquela sensação de primeira vez que aterroriza até os mais experientes. Para onde ir? Apenas ir. É melhor sentir seu corpo te desafiando, do que não sentir.

Digamos que a vida seja como uma viagem de carro sem mapa. Por sorte a gente se confunde de esquina e para na esquina certa da nossa vida. Mas como vamos saber que a esquina certa da nossa vida é a primeira esquina que viramos? Se no mundo existe um milhão de esquinas possíveis para gente estacionar? Se vamos estacionar no lugar certo ou na vaga errada, e levar uma multa por isso, não sabemos. E sabe se lá quando vamos saber. Será que o horóscopo estava certo e eu devia ter deixado de sair de casa naquela terça-feira? Por que realmente choveu e eu não estava preparada. Mas não procurei uma marquise para esperar a chuva acalmar, me molhei como se a chuva pudesse limpar algo por dentro. E é isso que a vida faz de certa forma, clareia algo por dentro cada vez que a gente entra pra se entregar. Na trajetória as botas ficam mais sujas e gastas,e os pés mais cansados, mas algo se acalma também.

Aquela velha frase de ” Precisamos nos perder para nos encontrar” soa como uma espécie de conforto. Como se fosse uma rede que te impede de dar com a cara no chão ao pular do décimo quinto andar. De vez em sempre nosso grito interno tenta falar com a gente através de metáforas. Não entendemos muito bem, ficamos confusos. E na maioria vezes ele só quer dizer que precisa que a gente viva mais. E isso não significa no momento, que a felicidade vai estar ali junto também. Ela vai aparecer de vez em quando, quase sempre junto com alguma tristeza já diluída, já arquivada. Mas a vida, ela estará aqui o tempo todo enquanto o sangue ainda for bombeado por todo nosso corpo. Nos perdemos em algumas coisas, nos encontramos em outras.

E como saberemos ao certo se aquele sonho que a gente tem toda noite antes de fechar os olhos, que não deixa o nosso corpo já amortecido pelo cansaço encerrar o dia, se manterá vivo todos os dias? Vivendo. E obvio que coisas ruins irão acontecer, mais do que gostaria, mais do que espera-se e quando menos se esperar. Mas existe uma pequena possibilidade de que exatamente essas coisas, te levem para o lugar que você precisa estar. Dentro de você. Em algum lugar.

As vezes quando a gente escreve, respondemos todas as perguntas que fazemos para vida.

FOTO E TEXTO POR FERNANDA CÂNDIDO – HEY STREET.

Design por fernanda Cândido | Codificação por Luiz Soares(lhms67@gmail.com)/FanPage : Facebook